Sim, será um desafio.

Sábado final de tarde. Para encerrar minha pedalada resolvo testar informalmente o que já existe da ciclovia da Ipiranga. Mesmo incompleta (apenas as rampas de acesso, o asfalto e algumas muretas estão lá) pude perceber que a ciclovia representará desafios aos que a usarem. O asfalto é irregular, o cheiro que exala do arroio é nauseante e os insetos incomodam. Existem trechos que afunilam de forma impressionante, permitindo a passagem de apenas uma bicicleta por vez. Diferente do que ocorre na faixa rolagem dos carros, na ciclovia o ciclista dificilmente terá um caminho pleno à frente. Outra coisa que assusta é olhar para cima e ver os cabos de alta tensão acima da cabeça. Tenso. Essas questões já haviam sido levantadas por especialistas em reuniões, sites e jornais. Agora eu comprovei.

1) Achei perigosa a forma inficiente como a obra está sendo tratada. Não há isolamento nas rampas de entrada o que permite pleno acesso aos trechos em obras que, dentre outras coisas, não têm proteção para o arroio.

2) Para os maus entendedores, o desenho acima é uma charge (pela definição da Wikipedia) um estilo de ilustração que tem por finalidade satirizar, por meio de uma caricatura, algum acontecimento atual com um ou mais personagens envolvidos. A palavra é de origem francesa e significa carga, ou seja, exagera traços do caráter de alguém ou de algo para torná-lo burlesco.

Os ofendidos que se retirem.

Anúncios
Esse post foi publicado em Charge, Reflexão e marcado , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Sim, será um desafio.

  1. Matheus disse:

    Mais uma para a série “vergonha de morar em POA”.

  2. Infelizmente, meus brados e reclamações nas reuniões para debater e ser apresentado o projeto dessa obra, só serviu de chacotas pelos outros poucos ciclistas presentes mas, como eles eram e são lideranças no meio ciclístico meus comentários contra essa ciclopalhaçada só fez eu me expôr e ser ridicularizada! Há muitos anos atrás numa das várias reuniões que fui nos anos de 2006/07/08….

  3. Gabriel disse:

    Mas pensava que ter que usar máscara de gás pra pedalar em Porto Alegre já fosse obrigatório…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s